Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Brincadeiras de Papel

BRINCADEIRAS DE PAPEL


Numa praia qualquer,
Lancei ao mar,
Um pequeno barco de papel.

Ele navega de onda em onda,
Saltitando,
Pulando,
Numa correria tonta.

O meu barco de papel,
Puxado por um cordel,
Transforma-se de gaio,
Em papagaio,
De papel.

Gira,
Rodopia,
Plana,
Voa,
Encanta,
Pela mão de uma criança.


2006

 

 

publicado por Augusto P.Gil às 23:45
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Mavilde a 27 de Janeiro de 2007 às 23:43
Barco de papel
ou pomba em pombal
com letras de tinta
em papel de jornal
se pões um cordel
fazes uma estrela
voa, sobe , sobe
cada vez mais bela
largando-a da mão
tu ficas no chão
mas ela??
é estrela no teu coração.

Beijinho
Mavilde

Comentar post

.Mais sobre mim

.Quantos andam por aqui?

online

.Que horas são?

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Musica

object width="425px" height="360px" >

.Contacto

e-mail
Contacto via e-mail

.Respeite os Direitos de Autor

Todos os direitos reservados ao autor sendo proibida a sua publicação sem autorização prévia

.O meu livro

.Quem me visita

!--************CODE GEOCLOCK************-->
contador de visita

.Links

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. Desejo

. ...

. Virar de Pagina

. Dezembro

. Estou de Regresso

. Encontro-me numa profund...

. Calor Intenso

. Ano Novo . o Virar de Mai...

.Favoritos

. ALGURES, JUNTO DE MIM...