Terça-feira, 6 de Junho de 2006

...Do Fernando Pessoa

 

AUTOPSICOGRAFIA




O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

pena e tinteiro

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.



Fernando Pessoa


publicado por Augusto P.Gil às 11:17
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Augusto P.Gil a 6 de Junho de 2006 às 11:37
Quando iniciei o meu Blog, tinha pensado apenas escrever poesia escrita por mim. Mas hoje talvez por ser um daqueles dias...Resolvi colocar no Blog alguns poemas escritos por POETAS, de quem eu gosto muito. Coloquei aqui este do Fernando Pessoa, já que ele , para mim, consegue descrever em poucas palavras o que é ser Poeta.

Comentar post

.Mais sobre mim

.Quantos andam por aqui?

online

.Que horas são?

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Musica

object width="425px" height="360px" >

.Contacto

e-mail
Contacto via e-mail

.Respeite os Direitos de Autor

Todos os direitos reservados ao autor sendo proibida a sua publicação sem autorização prévia

.O meu livro

.Quem me visita

!--************CODE GEOCLOCK************-->
contador de visita

.Links

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. Desejo

. ...

. Virar de Pagina

. Dezembro

. Estou de Regresso

. Encontro-me numa profund...

. Calor Intenso

. Ano Novo . o Virar de Mai...

.Favoritos

. ALGURES, JUNTO DE MIM...