Terça-feira, 16 de Maio de 2006

Nascimento

 

 

 

Nascimento

 
Uma flor
Uma flor, uma rosa de amor
 
Chovia
E caía
Água do céu.
 
Eram lágrimas
De Deus.
Pela felicidade sentida.
 
Pelo nascimento
De uma criança
Fruto de um amor.
 
Pela esperança
De te criar
Lágrimas vou chorar
 
Pela certeza de te ver crescer
Vou-te amar.
 

"Para ti...David"
 17/07/2004

 

 

publicado por Augusto P.Gil às 10:10
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Augusto P.Gil a 16 de Maio de 2006 às 10:30
Este é o poema que escrevi, aquando do nascimento do meu filho. (para ti David).
De Benilde Fontinha a 11 de Junho de 2006 às 07:51
Quando se tem um filho é como se um pedaço de nós ali estivesse representado em ponto pequeno, mas esse pedaço, nós amamos mais do que a nós mesmos, damos a vida por eles, não nos importa que o mundo desabe se nada acontecer aquele ser que vimos nascer, depois eles vão crescendo criando suas asas e nós a vê-los voar por si sós com as asas que lhe ensinamos a usar e o nosso coração cada vez mais cheio de orgulho e ternura.
Parabéns Augusto Gil por este poema tão ternurento.
Benilde

Comentar post

.Mais sobre mim

.Quantos andam por aqui?

online

.Que horas são?

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Musica

object width="425px" height="360px" >

.Contacto

e-mail
Contacto via e-mail

.Respeite os Direitos de Autor

Todos os direitos reservados ao autor sendo proibida a sua publicação sem autorização prévia

.O meu livro

.Quem me visita

!--************CODE GEOCLOCK************-->
contador de visita

.Links

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. Desejo

. ...

. Virar de Pagina

. Dezembro

. Estou de Regresso

. Encontro-me numa profund...

. Calor Intenso

. Ano Novo . o Virar de Mai...

.Favoritos

. ALGURES, JUNTO DE MIM...